ABRH SC | Regional Jaraguá do Sul - Associação Brasileira de Recursos Humanos

Redes Sociais




Acesso Restrito

Integrar é preciso!

Data: 30/08/2013

Conversando com uma gerente de RH de uma empresa cliente, fui questionada sobre o que fazer para evitar a rotatividade, já que os números de desligamentos estão sempre altos. Comecei perguntando sobre o processo de contratação, depois sobre a política de remuneração, plano de carreira e, quando a conversa foi caminhando, senti que o problema não era nenhum desses.
Em um dado momento, ela me pontuou que, nas entrevistas de desligamento, muitos reforçavam divergências de crenças e objetivos. Eu então perguntei se, quando os colaboradores eram contratados, havia um trabalho de integração com a cultura da organização, ao que fui respondido negativamente.
Surgiu aí a oportunidade de falar um pouco sobre a importância de se reforçar em cada processo interno os valores e a cultura de uma empresa. Isso deve acontecer desde as primeiras entrevistas com um candidato. Após definida a contratação, é hora de planejar a inserção e integração desse novo colaborador à organização.
Muitas empresas praticam o rito de integração por meio de um treinamento introdutório. Infelizmente muitas ainda não o fazem, sob a justificativa da urgência, da carência daquele profissional na área para a qual foi designado e outras tantas, o que gera, como consequência imediata, equívocos de informação, atendimentos mal feitos, problemas técnicos na produção e outros.
O momento de integração não se limita a um treinamento inicial de direitos e deveres ele vai além, é nesta hora que os líderes precisa se aproximar, garantir que este novo integrante da equipe recebe as verdadeiras orientações para o trabalho, uma vez que, qualquer gap ou distorção em relação às convicções e aos costumes vigentes, pode causar prejuízos ao processo de socialização do novo colaborador.

O “novo entrante”, como é chamado um recém-contratado em algumas empresas, traz consigo uma carga de conhecimentos, crenças e costumes que serão confrontadas com aquelas novas que lhe serão apresentadas.

Seja na forma presencial ou com o auxílio de tecnologias colaborativas e digitais, integrar é preciso, desde o primeiro momento. E quanto mais envolvido nos processos educacionais, mais o colaborador poderá ampliar sua visão e contribuir para que a empresa também evolua.

Integrar os colaboradores a cultura da empresa deve ser uma prática constante A integração, aproxima, reanima, e relembra os objetivos e crenças.

Aline Tais Royer Pivetta
Coach e Educadora
Diretora de eventos ABRH-Jaraguá do Sul
[email protected]

Imprimir!  

Todos os direitos reservados © 2019 - 2020 | ABRH - Regional Jaraguá do Sul - (47) 3370-1862 | by softd

Apoio: Compreendo Comunicação