ABRH SC | Regional Jaraguá do Sul - Associação Brasileira de Recursos Humanos

Redes Sociais




Acesso Restrito

Empresas que aprendem serão as empresas do FUTURO!

Data: 03/05/2013

Você já deve ter ouvido frases como: “Aqui você não é pago para questionar e sim para executar”, ou “não invente, faça somente o que precisa ser feito” e ainda, “aqui manda quem pode e obedece quem precisa”.


Não é difícil encontrar empresas que são verdadeiras "prisões intelectuais", cerceando o próprio direito de pensar de seus colaboradores. Frases como estas acima que refletem um pensamento mecanicista são inviável atualmente, estas empresas precisam urgentemente perceber que o grande diferencial é seu capital humano, pois a tecnologia e as informações estão cada vez mais acessíveis a todos.
Além disso, a disputa, a complexidade e o dinamismo entre empresas esta cada vez mais evidente. Preço, prazo e qualidade já não garantirão o negócio no longo prazo, quando a crise chega, sobrevivem às empresas que inovam e encontram alternativas para seguir em frente. Mas, como a maioria das empresas são cópias umas às outras, muitas delas naufragam juntas, pois cometem os mesmos erros.
É chegada a hora, as empresas precisam estimular ambientes favoráveis para que as pessoas possam gerar as respostas criativas e inovadoras que garantam os verdadeiros diferenciais do negócio. Precisamos APRENDER e estimular a aprendizagem, criar mecanismos para compartilhar o conhecimento entre pessoas, elas querem e sente-se valorizadas em ambientes que estimulam uma administração participativa.
O erro precisa estar a serviço do aprendizado, atitudes punitivas limitam e evitam comportamentos proativos, a criatividade e o comprometimento das pessoas no processo.
O aprendizado é uma questão que envolve uma mudança de cultura, uma mudança de modelo mental. As empresas funcionam do jeito que funcionam por causa da maneira pela qual trabalham, pensam e interagem, as mudanças exigidas não são apenas das empresas, mas em nós também.
Outro fator fundamental para que o aprendizado aconteça são as lideranças. Elas são as condutoras do processo de aprendizagem e inovação, se estes líderes não forem inovadores a inovação e a aprendizagem não irá acontecer. É importante entender que este movimento precisa iniciar pelo principal líder da empresa e este novo comportamento precisa ser assumido por todos os demais líderes da empresa, até mesmo os facilitadores dos processos operacionais.
Empresas que aprendem, não somente criam caminhos mais rápidos para seu desenvolvimento, mas constantemente criam valor para o cliente e para o acionista. 
A empresa atenta ao seu contínuo aprendizado achará o caminho para criar seu próprio futuro, se reinventar e criar diferenciais próprios, gerados internamente pelas pessoas que fazem parte desta organização.
É importante começar por nós mesmos, pois o crescimento e a mudança vêm de dentro para fora.
Para dar o primeiro passo rumo ao futuro, precisamos nos questionar: Como a empresa funciona? Como ela pensa, age e interage com as pessoas?
“Na construção das organizações que aprendem, não existe um destino final, nem uma situação final, apenas a viagem de toda uma vida.” (Peter Senge)


Por Aline Tais Royer Pivetta
Diretoria de eventos-ABRH-Jaraguá do Sul

Imprimir!  

Todos os direitos reservados © 2019 - 2020 | ABRH - Regional Jaraguá do Sul - (47) 3370-1862 | by softd

Apoio: Compreendo Comunicação