ABRH SC | Regional Jaraguá do Sul - Associação Brasileira de Recursos Humanos

Redes Sociais




Acesso Restrito

COACHING: Uma ferramenta poderosa de desenvolvimento

Data: 11/07/2013

O Coaching executivo surge como um fenômeno mundial e crescente, capaz de conectar as necessidades individuais com o desempenho empresarial. No Brasil este movimento chegou ao final da década de 1980.
Para atender as demandas ascendentes calcula-se que existam mais de 40 mil coaches no mundo, sendo que no Brasil encontram-se pelo menos mil profissionais atuantes, segundo a pesquisa publicada em 2009 pela revista inglesa Coaching at Work. Acreditamos que este número no Brasil seja ainda maior, de acordo com observação das mídias e ofertas deste serviço.
Dentro deste universo novo abriu-se um enorme mercado, dando espaço para que amadores e aventureiros se misturem entre profissionais sérios no exercício da atividade.
Diante disso, como identificar um profissional idôneo e competente? E como saber se o coaching e a melhor ferramenta para o desenvolvimento profissional em questão.
O bom coach tem de possuir competências diferenciadas, tais como sólida formação em coaching, empatia genuína e familiaridade com o ambiente de negócio e os dilemas organizacionais, ele precisa garantir que o processo atinja as expectativas do coachee e da organização, expectativas estas que precisam ser evidencias através dos resultados notórios. O coach não ensina, mas facilita com perguntas e observações, para que os profissionais tenham insights e persigam seus objetivos de melhorias.
Normalmente opta-se por esta ferramenta, quando se necessita de resultados mais efetivos e rápidos. O coaching executivo foca no desenvolvimento das competências e mudanças comportamentais identificadas e acordadas entre coach, coachee e a empresa (líder imediato e a área de Recursos Humanos), capazes de melhorar a performance  do coachee, que  precisará estar disposto a entrar em ação o tempo todo.
Os critérios para o exercício do coaching executivo ainda é uma grande discussão entre especialistas, a começar pelo livre emprego da palavra “coaching”, que nem sempre esta associada ao desenvolvimento de competências e reflexão de carreira. Muitas vezes o termo é usado livremente e irresponsavelmente para discriminar qualquer atividade de treinamento, aconselhamento e adestramento, totalmente alheio à essência do coaching.
O processo de coaching faz com que as pessoas ultrapassem suas próprias barreiras e paradigmas, permite ter um novo olhar, liberta e prepara para novas possibilidades.
Permita-se a experimentar um verdadeiro processo de coaching.


Aline Tais Royer Pivetta
Diretora de Eventos-ABRH SC-Regional Jaraguá do Sul

Coach/Educadora
[email protected]

Imprimir!  

Todos os direitos reservados © 2019 - 2020 | ABRH - Regional Jaraguá do Sul - (47) 3370-1862 | by softd

Apoio: Compreendo Comunicação